Entrar Registrar

Acesse sua conta de usuário

Nome de usuário *
Senha *
Lembrar de mim

Criar uma conta

Todos os campos marcados com asterisco (*) são obrigatórios.
Nome *
Nome de usuário *
Senha *
Verificar senha *
Email *
Verifar email *

Vângelo cobra comando da PM por segurança

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 
FOTO: GECOM/PMBA

O vereador Vângelo Araújo mostrou sua insatisfação com a sensação de insegurança que tem feito parte do cotidiano do bocacrense nos últimos meses. O parlamentar colocou na conta do comando da Polícia Militar de Boca do Acre os fatos de violência e acidentes de trânsito, dizendo que falta mais rigor na gestão da corporação, na realização de blitz educativa e punitiva.

Segundo o vereador, há uma falta de vontade por parte do comando da 5ª CIPM, de atuar de forma a prevenir a violência, realizando barreiras policiais na entrada da cidade, e colocar a polícia militar para fazer a ronda de rotina.

“Faz muito tempo que não vejo os policiais nas motos, e as outras viaturas passando constantemente, como forma de se fazer presente, abordando os cidadãos sob suspeita, inibindo a ação dos maus elementos”, disse o vereador.

“Boca do Acre não pode se sentir sem lei, sem comando, sem polícia. Nossa cidade é pequena e eu não aceito adolescentes morrendo em acidentes, pessoas não habilitadas dirigindo, tudo isso é contra a lei e a lei deve prevalecer, pelo bem da comunidade”, ressaltou.

“Daqui a pouco não vamos mais nos sentir seguros para ficar em frente de nossas casas conversando com os amigos e vizinhos, porque agora estão matando em plena luz do dia, como foi o homicídio que teve no bairro Praia do Gado, na manhã de hoje, sexta-feira (12), quando um homem na motocicleta parou e disparou tiros contra uma pessoa, tirando a vida dela”, relatou o parlamentar.

Boca do Acre dos assaltos

Vângelo se lembrou dos assaltos que agora fazem parte da rotina do bocacrense, as mortes por homicídios, que segundo o próprio legislador, não se via isso no dia-a-dia de Boca do Acre. “Essas coisas existem hoje, porque não temos uma polícia atuante, não por culpa dos nossos bravos policiais, mas porque não temos mais um comandante que atue que tenha coragem de trabalhar, e que está ausente há meses da nossa cidade”, afirmou o vereador.

Curta nossa página no Facebook

Designed by ABCMIX Joomla Site Designer - 2015