Onde estão os vereadores de oposição quando mais se precisa deles?

Agostinho AlvesOs vereadores de oposição, que foram eleitos pelo povo e para o povo é que deveriam trabalhar, estão mais preocupados com o partido, com o próprio ego e em fazer o possível para que tudo dê errado em Boca do Acre. É a famosa torcida do ‘quanto pior, melhor’. Outra coisa não, mas isso eles sabem fazer com precisão e muita irresponsabilidade.

Prova disso, é que na hora em que a prefeita Dorinha conclamou-os à viajar para Manaus, em busca de melhorias para Boca do Acre, a negação dos oposicionistas foi precisa e rápida. Entretanto, na hora de subir à tribuna, criticar, esbravejar, eles são ótimos, e sabem muito bem fazer a sociedade acreditar que eles estão preocupados com a coletividade, mas o que lhes interessa mesmo é que a desgraça tome conta da cidade, que tudo dê errado, pois os erros do governo atual serve como plataforma política para esses parlamentares.

Era na hora de ajuda Boca do Acre que esses legisladores deveriam se mostrar bravios, lutadores, pois foram eleitos para cuidar da coletividade e não de seu ego, de sua plataforma política.

O vereador Louro da Vivi (PMDB) é um exemplo claro do que está sendo falado. O edil anunciou seu desligamento da comissão que viajou à Manaus, justificando fidelidade ao partido e à posição que ocupa na Câmara Municipal, que é de ser oposição e por isso jamais iria estar ao lado da Prefeita, mesmo que fosse para angariar benefícios para Boca do Acre.

NA HORA DE CRITICAR É MUITO FÁCIL, MAS NO MOMENTO DE AJUDAR TODO MUNDO CAI FORA

Em várias oportunidades, esses vereadores, que se recusaram a ir para Manaus na companhia da Prefeita, em busca de melhorias para Boca do Acre, esbravejavam na tribuna da Câmara Municipal de Boca do Acre, apontando erros, falhas e se mostrando os salvadores da pátria. Porém, quando mais se precisou da garra desses homens, eleitos pelo povo, os mesmos se esconderam, se esquivaram, recusaram a agir em favor da população. Parece que a oposição é feita ao povo de Boca do Acre e não ao governo Dorinha, pois é inconcebível que uma situação dessa aconteça, que interesses individuais, políticos e partidários estejam à frente do interesse público.

É bom que a população veja bem que tipos de políticos são eleitos para ocupar cargos importantes e que não fazem por onde merecer a confiança que o povo deposita. As eleições democráticas existem para que os que são elevados aos cargos lutem pelo povo e não pelo próprio bolso, lutem por melhorias, que façam oposição responsável, visando sempre o melhor para o município e não tenham como foco os interesses tão somente individuais ou partidários, que destoam do interesse da coletividade.

Vereadores desse gabarito nunca mais deveriam pisar na política. Foram eleitos com a promessa de lutar pelo povo e acabam lutando por sua própria imagem, pelo próprio bolso, por vantagens individuais.

Aproveito a oportunidade para parabenizar os vereadores Ecivaldo Nascimento, Marineide Fernandes, Jardemir Barbosa, Chiquinho do Sindicato e Domingos Munhoz, por não comungarem desse pensamento mesquinho, pequeno, impróprio para um homem público.

POR AGOSTINHO ALVES

Este artigo é de total responsabilidade de seu idealizador e não reflete necessariamente a opinião do Portal do Purus

Desenvolvido por ABCMIX - Joomla Site Designer - 2012